CURTA NOSSA PÁGINA !!!

Faça parte de nossas redes sociais e nosso canal no youtube.

Impedido de ver os filhos por ser cristão

Dia 6.jpg

"Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos."
Mateus 5.6


Mohammed Khalil Khidir e sua esposa haviam fugido do Sudão para o Egito, após serem ameaçados por conta de sua fé cristã. Sem que Mohammed soubesse, sua sogra levou seus filhos e sua esposa de volta ao Sudão. Ele foi atrás da família, mas quando chegou no Sudão, foi surpreendido por um pedido de divórcio de sua esposa, que alegava não poder continuar casada com ele, já que ela era muçulmana e ele, cristão.

Ao recorrer da sentença de divórcio, Mohammed também foi proibido de ver seus filhos. Ele sabe que, ao longo da decisão do juiz, correrá o risco de responder a outro processo, o de apostasia (abandonar o islamismo), crime passível de morte no Sudão, onde a legislação está baseada em alguns preceitos da religião islâmica.

"Eles podem levar o caso a um tribunal penal, que poderá decidir pela minha condenação à pena de morte, de acordo com a lei da apostasia. Mas estou pronto para isso", disse Khalil. "Quero que o mundo saiba. Que crime cometi? Serei condenado porque me tornei cristão".

Informações: Portas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário