CURTA NOSSA PÁGINA !!!

Faça parte de nossas redes sociais e nosso canal no youtube.

Preso há seis anos por sua fé é liberto no Irã

Preso há seis anos por sua fé é liberto no IrãNo Natal de 2010 Farshid Fathi foi preso no Irã por ser cristão, dois anos depois foi condenado a seis anos de prisão sob acusação de “agir contra a segurança nacional”.
Por ser um evangelista, o cristão foi condenado por “fazer propaganda contra o regime islâmico e ajudar na propagação do cristianismo no país”.
Cinco anos se passaram desde a sua condenação e no último dia 21 de dezembro ele foi solto pela justiça iraniana. A Portas Abertas comemora a decisão da justiça, mas pede oração pelo cristão.
Apesar de estar livre, Fathi e sua família ainda podem enfrentar perseguição por conta da fé em Jesus. Fora isso, a instituição também pede oração por sua saúde e pela adaptação dele fora da prisão.
“Clame a Deus pelos mais de 70 cristãos presos no Irã. Que o Senhor lhes conceda graça, sabedoria e os cubra com o seu amor”, diz a nota do site.
A soltura de Fathi já estava sendo aguardada. Caso tivesse que cumprir a pena integral, ele ficaria detido até 2017.
Farshid Fathi foi preso junto com outros 22 cristãos, em abril de 2011, todos foram liberados, menos ele que continuou na prisão e logo recebeu a condenação.

Igreja oferece ceia de natal luxuosa para moradores de rua

Igreja oferece ceia de natal luxuosa para moradores de rua  Cerca de 90 moradores de rua e andarilhos foram convidados a participar na noite desta segunda (21) de uma ceia natalina de luxo em Vitória da Conquista (BA). Além da mesa farta, ocorreram apresentações musicais.
O cardápio incluía o tradicional chester, pernil, arroz à grega, farofa de banana da terra, prato de frios e frutas frescas, além de sobremesa (mousse de maracujá). A música ambiente ficou a cargo de um saxofonista.
Além disso, os convidados tiveram direito a banho quente antes do evento e ganharam diversos presentes (sobretudo roupas e calçados) além de material de higiene pessoal.
Promovido pela Igreja Batista da Cidade, o evento foi realizado numa casa de eventos onde ocorrem as festas mais badaladas da elite local.
Durante parte do jantar, uma banda tocava sucessos da música gospel, como “Faz um milagre em mim”, de Regis Danese. O conhecido refrão “Entra na minha casa, entra na minha vida” foi acompanhado por muitos convidados. Eles também viram uma teatral sobre a vida de Jesus Cristo.
Cerca de 250 pessoas trabalhavam para servir e recepcionar os convidados, que incluía idosos do abrigo Casa Lar Terceira Idade. Muitos disseram que essa era a primeira vez que participavam de algo semelhante.
O casal de andarilhos Thiago Ramos Correia e Samantha dos Santos, ambos de 27 anos, estão de passagem pela cidade, e contam que estavam dormindo na praça quando foram convidados por membros da igreja. “Já passei por vários locais do Brasil e nunca vi algo igual”, relatou Thiago.
“Para nós é muito bom estar aqui, pois conhecemos mais as pessoas e mostramos também que não somos bicho do mato. Só temos nosso estilo de vida, que é diferente do da maioria”, acrescenta Samatha.

Simplicidade do Natal

O evento foi batizado pela igreja de “A simplicidade do Natal” e custou R$ 22 mil.  “Tudo fruto de doação”, informou o médico Gleydson Cerqueira, que coordenou tudo. “Até o aluguel da casa de eventos, que custa R$ 10 mil, sem o bufê, nos foi doado. Contamos com a ajuda de ao menos cem pessoas, entre membros da igreja e empresários que se sensibilizaram com a nossa causa”, enfatiza.
O pastor da Igreja Batista da Cidade, Sinvaldo Queiroz, explicou que eles fazem diversas atividades com foco social durante o ano, atendendo a 353 crianças com material escolar e calçados, e assistência a 400 pessoas por semana em hospitais públicos.
“A intenção deste jantar é atender públicos que geralmente são invisíveis para a sociedade”, disse Queiroz. Em 2014 fizeram um evento parecido, convidando garotas de programa. Questionado por que fazer algo luxuoso, resumiu: “No reino de Deus ninguém recebe tão pouco que não possa repartir”. Com informações UOL

Cristãos são soltos no Irã após três anos de prisão

Cristãos são soltos no Irã após três anos de prisão 




A ONG Middle East Concern informou que três cristãos que estavam presos na cidade de Shiraz, no Irã, foram soltos. Mehdi Ameruni, Seyed Bijan Farokhpour Haghigi e Eskander Rezai foram presos em outubro de 2012 durante uma reunião de oração e ficaram todos esses anos na prisão sob acusação de ‘ação contra a segurança nacional’ e ‘propaganda contra a ordem do sistema’.

Eles estavam acompanhados de outras quatro pessoas, mas apenas os três homens permaneceram presos e receberam penas de mais de um a três anos de prisão. Agora eles saíram sobre licença temporária, mas a ONG acredita que eles não retornarão mais à prisão.

A agência cristã de notícias Mohabat News também defende a que eles não voltarão para a prisão alegando que o governo iraniano está propondo a liberação temporária aos cristãos e exigindo que eles deixem o país.

No Irã muitos cristãos estão presos, tanto pastores como membros de igrejas que não aceitam negar a Cristo. As prisões acontecem muitas vezes dentro das igrejas ou das casas onde os religiosos se encontram para dividir mensagens da Bíblia ou para orar.

A Portas Abertas, que acompanha os cristãos perseguidos em todo o mundo, pede oração para que esses irmãos permaneçam firmes na fé diante de tanta perseguição.

Filmes “Deus Não Está Morto 2” e “Os Dez Mandamentos” estreiam nos cinemas em 2016; Veja trailers

Filmes “Deus Não Está Morto 2” e “Os Dez Mandamentos” estreiam nos cinemas em 2016; Veja trailersO primeiro semestre de 2016 vai marcar o lançamento de dois filmes cristãos nos cinemas brasileiros, um internacional e outro nacional. “Deus Não Está Morto 2” e “Os Dez Mandamentos” trazem consigo a expectativa de sucesso de bilheteria.
O chamado “cinema cristão” está em evidência atualmente. Na esteira de Hollywood – que tem usado histórias bíblicas para megaproduções, como “Noé” e “Êxodo – Deuses e Reis” –, as produtoras de filme cristãos têm investido em novas histórias. O sucesso recente do filme “Quarto de Guerra”, que fala sobre a importância da oração na superação de problemas conjugais, é uma amostra disso.
“Deus Não Está Morto 2”, continuação do filme homônimo lançado em 2014, vai colocar os protagonistas em situações opostas, e novamente traz a participação da banda gospel Newsboys.
No primeiro filme, um aluno desafiava um professor ateu a provar que Deus estava morto. Agora, a atriz Melissa Joan Hart (conhecida como a intérprete da bruxa Sabrina em um seriado dos anos 1990) vive uma professora que usa citações da Bíblia Sagrada como forma de enriquecer o conteúdo durante suas aulas, e uma das alunas, Brooke (interpretada pela atriz Hayley Orrantia) não aceita esse tipo de postura.
O embate sobre religião e Estado laico vira um desentendimento e gera uma ação na Justiça, e é na Corte que o filme mostra seu ápice, com a refutação dos argumentos usados pelo advogado de acusação e a mobilização de pessoas em defesa da liberdade de expressão e crença.
A equipe de produção continua a mesma, com a manutenção do diretor Harold Cronk e da dupla de roteiristas Chuck Konzelman e Cary Solomon, que também assinam o filme “Você Acredita?”.

Deus Não Está Morto 2



 No caso de “Os Dez Mandamentos”, o longa-metragem da novela produzida pela TV Record estreia em fevereiro, com distribuição da Paris Filmes, e trará novas cenas e um novo final.

De acordo com Marília Toledo, produtora executiva da Record, o filme de duas horas será muito mais do que um resumo dos 176 capítulos da novela: “O foco do filme é a história de Moisés, desde o seu nascimento até a sua morte. Portanto, todos os personagens que foram criados livremente, sem embasamento bíblico ou histórico, terão a sua participação cortada ou diminuída. A força da história de Moisés, de seu embate com Ramsés e da libertação do povo hebreu é tão grande que merece ser contada dentro de uma estrutura cinematográfica”, explicou.

Os Dez Mandamentos


Morre Luiz de Carvalho, pioneiro da música gospel no país

Morre Luiz de Carvalho, pioneiro da música gospel no paísFaleceu na madrugada desta terça-feira (17) o cantor Luiz de Carvalho, 90 anos, o percussor da música gospel no país.
A notícia foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook, o comunicado diz que ele faleceu por volta das 4h30 da manhã.
Nos últimos dias a família usava as redes sociais para dizer que o estado de saúde do cantor era grave. Ele estava internado na UTI após sofrer um AVC no final do mês de outubro.
Luiz de Carvalho tem mais 40 álbuns lançados, 2 DVDs e um livro. Sua obra chegou a ser homenageada durante o Troféu Promessas de 2012, não apenas pelo sucesso que fez, mas principalmente por ter marcado a história da música evangélica.
Nascido em 16 de 1925, natural da cidade de Bauru (SP), Carvalho começou a cantar quando criança, aos dez anos já saiu de casa para trilhar a estrada da música até que na adolescência passou a ser conhecido como “Menino de Ouro” assinando contrato com gravadoras e ganhando notoriedade.
Apenas em 1947 ele aceitou a Cristo, depois de viver uma vida de fama, dinheiro e mulheres. Ele foi evangelizado quando liderava o grupo Havaiano e aceitou a mensagem da Cruz.
Depois de convertido, Luiz de Carvalho resolveu utilizar seu talento para levar o Evangelho e assim iniciou sua trajetória ministerial que tem mais de 60 anos.
O velório do cantor está marcado para acontecer as 20h desta terça até as 9h de amanhã na Igreja Batista Paulistana. O sepultamento vai acontecer às 11h30 no Cemitério Vila Euclides em São Bernardo do Campo.

Nova Constituição do Nepal ameaça os cristãos do país


A nova Constituição do Nepal ameaça a presença de cristãos no país, pois tornaria todas as igrejas ilegais.

Foram sete anos de discussão sobre o novo texto e os parlamentares aprovaram a Carta Magna que dará uma série de razões para impedir o trabalho de missionários no país.

“Enquanto há protestos contra a nova Constituição, as atividades cristãs correm o risco de tornarem-se todas ilegais. Além disso, existe um acordo entre o Nepal e a Índia que estabelece que ambos devem se tornar um Estado hindu. Se os países seguirem à risca, as emendas propostas podem tornar qualquer ato religioso como evangelístico, o que é punível por lei”, analisa um representante do Portas Abertas.

Evangelizar passa a ser motivo de punição, no país 80% da população é hindu e o Estado passa a privilegiar essa religião condenando as demais. E não é só a tentativa de converter as pessoas que será punida, as ações em prol dos necessitados também passam a ser consideradas como rebeldia contra o governo.

Na nova Constituição há uma clausula de “anti-conversão” que dá penas de prisão e multa para quem falar de Cristo para outras pessoas. A comunidade cristã local está bastante preocupada e temendo aos problemas que surgirão.

“Seguidores do cristianismo já sofrem há décadas com as desigualdades e a perseguição religiosa. Eles esperavam que a nova Constituição, que foi criada pela democracia laica, garantisse seus direitos e sua liberdade, mas parece que isto não vai acontecer tão cedo”, diz o analista do Portas Abertas.

Testemunho de cura tem conquistados norte-coreanos para Jesus

Resultado de imagem para Testemunho de cura tem conquistados norte-coreanos para Jesus
A Coreia do Norte ocupa a primeira posição entres os países mais perigosos para cristãos segundo o ranking elaborado anualmente pela Portas Abertas.

Mas apesar da perseguição religiosa, testemunhos como o da sra. Shelter tem levado muitos a conhecerem a Cristo. Ela ficou com uma grave doença e quase morreu há cinco anos, sua cura foi milagre e quem conhece essa história passa a acreditar em Jesus Cristo.

“Eu estive à beira da morte, e então um pastor veio me visitar e orou por mim. Eu presenciei um milagre em meu próprio corpo, e senti na pele a presença de Jesus. E hoje, eu sei exatamente o motivo de Deus ter me curado, Ele queria me usar no ministério”, diz ela que mora em um abrigo para refugiados norte-coreanos.

“Eu vejo as pessoas vagando pelas ruas, à procura de lugares para dormir. Eu simplesmente ofereço esse lugar, e quando eles vão embora querem saber por que eu faço isso sem pedir nada em troca, é quando eu compartilho com eles sobre Jesus e sobre a Bíblia”.

No abrigo também acontecem pregações, Sra. Shelter mora nessa casa localizada em uma rua escura por falta de energia elétrica nos postes, mas isso não impede que o grupo cresça a cada dia.

As pessoas sempre voltam para ouvir mais sobre a mensagem do Evangelho porque ficam impressionada com a cura que Shelter recebeu. “Deus está salvando os norte-coreanos, é por isso que nós seguimos em frente, orientando, guiando e orando com muita fé”.

Mas o governo está de olho nos trabalhos realizados ali e envia muitos espiões para poder acabar com o abrigo. Porém Sra. Shelter tem discernimento para identificá-los e consegue solucionar o caso com a própria fé.

“O Espírito Santo me capacitou no discernimento, e eu consigo identificar os espiões assim que eles chegam. Eu os trato com o amor de Cristo, e no final de suas visitas, eles confessam que vieram para escrever seus relatórios a meu respeito, mas eles acabam escrevendo a meu favor”.

ONU planeja usar chip para identificar toda a humanidade

ONU planeja usar chip para identificar toda a humanidade
O programa Fantástico mostrou no último domingo (01), como o governo brasileiro quer retomar a confecção do Registro Civil Nacional que reunirá todos os dados do cidadão em um único chip, incluindo a identificação biométrica (digitais). A proposta não é nova, foi lançada pelo presidente Lula 10 anos atrás.

O motivo da retomada desse cadastro é por que o Brasil assinou e está promovendo os 17 novos “Objetivos Globais” que a ONU lançou dia 25 de setembro.

Segundo o Prophecy news, escondida na proposta 16, que atende pelo nome genérico de “Paz” está o compromisso de cada nação em fazer cartões de identificação biométricos de cada homem, mulher e criança no planeta até 2030. Já existe uma base de dados central em Genebra, Suíça, que fará o controle dos dados. Chama-se Plataforma Única de Serviços de Identidade (UISP, na sigla em inglês).

O Sistema de Gestão de Identidades da Accenture (BIMS, na sigla original), guardará dados biométricos como impressão facial, da íris e as digitais. O objetivo é fazer um cadastro para posterior rastreamento, se necessário.

O texto do subponto 9 da resolução afirma: “Até 2030, fornecer identidade legal para todos, incluindo o registo de nascimento”. Uma leitura cuidadosa de outros documentos recentes da ONU, a aposta é no registro que já está sendo usado para o cadastramento dos refugiados na Europa.

O site da ONU afirma: “O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) está a avançar com os seus planos para usar a tecnologia biométrica para identificar e rastrear os refugiados, e selecionou um fornecedor para o projeto. Accenture, um fornecedor internacional de serviços de tecnologia, ganhou no concurso e irá supervisionar a implementação da tecnologia em um contrato de três anos”.

Os novos cartões de identificação biométrica após serem testados com sucesso em campos de refugiados, estão prontos para serem adotados de maneira global. Isso será feito por cada um dos países signatários dos Objetivos Globais.

No Brasil o primeiro passo já foi dado através do cadastramento biométrico obrigatório para todos os que desejam votar. Ao total, cerca de 30 milhões de pessoas já fazem parte do banco de dados nacional.

O novo documento acompanhará as mudanças nos registros do cidadão, desde o seu nascimento até o seu óbito. “Quem não sonha sair de casa carregando apenas um documento, em vez de ser obrigado a andar com vários deles na sua carteira ou na sua bolsa?”, afirmou a presidente Dilma no lançamento do projeto, que seguiu para ser votado pelo Congresso.

Segundo a presiente, o governo vai investir todos os recursos humanos e financeiros necessários para finalmente viabilizar a criação de um único número de identificação o quanto antes.

Mais de 3000 povos nunca ouviram falar de Jesus

Mais de 3000 povos nunca ouviram falar de Jesus
Líderes evangélicos conhecidos, como os pastores Rick Warren e Francis Chan estão unindo forças para uma conferência que deseja desafiar a Igreja a retomar seu ardor missionário. Ainda existe 3.226 povos (grupos étnicos) que nunca ouviram falar de Jesus.

“Como parte de uma iniciativa global, queremos ajudar a levar as boas novas do Evangelho para os 3.000 grupos étnicos que ainda não foram alcançados! Essas pessoas, espalhadas em diversas partes do mundo, não possuem a Bíblia em sua língua, nenhum crente conhecido, e nenhuma igreja para representar o corpo de Cristo”, escreveu Warren num convite para o evento de lançamento que ocorrerá em dezembro na Igreja de Saddleback, Califórnia, que ele pastoreia.

Os palestrantes convidados são Francis Chan e Paul Eshleman, além de outros especialistas em missões que desejam estabelecer um plano para que esses grupos não alcançados possam ter acesso ao Evangelho até o final desta década. 

O evento foi batizado de Finishing the Task[Finalizando a Tarefa]. O site oficial lembra que “Jesus nos deu a tarefa de fazer discípulos de todas as nações, e sabemos que, no final de tudo, haverá pessoas de toda tribo, língua, povo e nação ao redor de seu trono.”

Nos últimos anos a igreja norte-americana vem perdendo seu antigo fervor missionário. Durante muitos anos foi de lá que saíram missionários para quase todos os países do mundo. Mas o liberalismo teológico, a crise econômica que o país enfrentou e a diminuição no número de candidatos ao campo missionário contribuíram para que isso se perdesse.

O desafio é cumprir a Grande Comissão, com foco específico na plantação de igrejas entre os grupos não alcançados. Como tudo que Warren faz em sua megaigreja, o projeto pretende estimular os milhares de outros líderes do mundo que se inspiram na Saddleback, através da rede criada pelo movimento “Igreja com Propósitos”.

O material disponibilizado pela Finishing the Task prevê parcerias com organizações missionárias que já possuem como objetivo alcançar esses grupos. Assim, muitas igrejas podem se unir para “adotar” um determinado povo em oração e contribuir financeiramente para os obreiros que desejem trabalhar entre eles.

No site há um mapa interativo que mostra os 531 povos considerados pela igreja de Warren os “mais necessitados”, que somados chegam a 51 milhões de pessoas. Estes serão os primeiros alvos da Finishing the Task. A grande maioria fica em regiões onde predomina o islamismo ou o hinduísmo.

Billy Graham alerta cristãos: “Prepare-se para a perseguição”

Billy Graham alerta cristãos: “Prepare-se para a perseguição”
O conhecido pregador e fundador da Associação Evangelística Billy Graham escreveu um texto em seu site na semana passada e será reproduzido na edição de novembro da revista Decision.

Ele acredita que “a imunidade à perseguição que os cristãos em nosso país têm experimentado nos últimos dois ou três séculos é incomum”. Embora fale especificamente para os norte-americanos, sua análise inclui os cristãos de todo o mundo ocidental.

“Como um todo, não sabemos o que é sacrifício. Nós não sabemos o que é sofrimento… Se começarmos a experimentar um pouco de perseguição religiosa, é provável que, sob pressão, muitos negariam a Cristo. Aqueles que gritam mais alto sobre a sua fé são os que podem render-se mais rápido.”

Graham sugeriu que os cristãos lembrassem de “cinco maneiras para fortalecer sua fé e enfrentar esses dias”. Mencionou certificar-se como está sua relação com Deus, caminhar com Deus, ler regularmente as Escrituras, orar sempre e meditar sobre Cristo.

“A história e a Bíblia indicam que ter bens materiais é algo insuficiente em tempos de grande crise” continuou Graham. O famoso pregador listou uma série de coisas que vem acontecendo no mundo que servem como indicadores que a perseguição é uma realidade crescente.

É a primeira vez que o evangelista, que está completando 97 anos na próxima semana, se manifesta de maneira tão clara sobre a situação.

Graham lembra que não há base bíblica garantindo que ficaríamos livres da possibilidade de ser perseguidos por causa de Cristo. Na verdade, Cristo alertou seus seguidores que ser seu discípulo não seria uma decisão popular. “Lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu nome”, diz o texto de Lucas 21:12

O apóstolo Paulo ressaltou isso em 2 Timóteo 3:12: “Todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições”.

Nos últimos anos, seu filho, Franklin Graham, tornou-se um crítico contumaz das políticas que ele acredita formatarem a crescente hostilidade contra os cristãos. Com informações Christian Post

Billy Graham fala sobre a graça redentora: “Não importa o seu passado. Deus quer perdoá-lo”

Billy Graham fala sobre a graça redentora: “Não importa o seu passado. Deus quer perdoá-lo”
O evangelista Billy Graham, 96 anos, publicou recentemente um artigo que fala sobre a graça e o perdão dos pecados, concedido por Deus independentemente do que tenha causado.

Graham ensinou que todos os que buscam a Deus por perdão, se arrependidos de seus atos, recebem o perdão. A base usada pelo evangelista foi o versículo Isaías 55:7: “Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar”.

“A única pessoa que Deus nunca pode perdoar é a que se recusa a buscar Seu perdão. Por que, então, alguém se recusaria a voltar-se para Deus e buscar Seu perdão? Por que alguém iria recusar o dom da vida eterna que Deus oferece a todos os que colocam a sua fé e confiança em Cristo?”, questionou.

Ciente das inúmeras circunstâncias e dificuldades que afastam o ser humano de Deus, Graham afirmou que muitas pessoas, quando sentem-se arrependidas, hesitam em buscar por perdão por entenderem que cometeram falhas muito graves, e que por isso, acham que são imperdoáveis.

No entanto, o evangelista destacou que também há outros motivos que levam a isso, como o desejo de não ter segredos expostos, falso arrependimento e até ódio a Deus, segundo informações do Christian Today.

Em um alerta, Graham disse que as pessoas não devem se esconder atrás de desculpas e ter sempre em mente que Deus decidiu oferecer o perdão e por isso, pagou um preço caríssimo com a morte de Seu filho, Jesus.

“Qualquer que seja a sua desculpa, não há nenhuma razão para que qualquer um se afaste de Deus e recuse a dádiva do perdão – um dom que Cristo adquiriu e isto custou sua vida […] Deus ama você, e não importa o que seu passado tem sido, Deus quer perdoá-lo e recebê-lo em casa”, concluiu.

Cristãos paquistaneses são libertos da acusação de blasfêmia

Cristãos paquistaneses são libertos da acusação de blasfêmia 
O site da Portas Abertas divulgou a soltura dos cristãos Arif Masih e Tariq Masih, que estavam presos no Paquistão acusados de blasfêmia. De acordo Associação para o Desenvolvimento Legal de Evangélicos (LEAD) os homens foram absolvidos das acusações de que eles teriam desrespeitado o Alcorão.

A decisão foi feita pelo Tribunal do juiz Iftikhar Husain Cheema, de Wazirabad, uma cidade do Paquistão. Ao que parece, os dois homens, que são irmãos, vendiam fogos de artifício para ter uma renda extra e um cliente muçulmano adquiriu fogos para o casamento em outubro de 2013 e os artefatos não funcionaram corretamente.

A queixa diz que os homens usaram páginas do Alcorão para fabricar os fogos, mas durante o processo as testemunhas foram ouvidas e os cristãos foram libertados.

“O nosso colega Nadeem Masih, um advogado cristão, trabalhou diligentemente e concordou com as queixas das vítimas, ouvindo as testemunhas e, com a ajuda da família, obteve declarações em favor dos dois homens. Suas declarações foram consideradas pelo tribunal e eles foram liberados”, relatou o LEAD.

O Paquistão tem uma das leis mais severas que atingem os não-muçulmanos que a lei da blasfêmia que pode condenar os acusados à morte.  A lei é usada para qualquer insulto religioso e muitas vezes é usada para incriminar desafetos, principalmente quando esses são cristãos.

Marco Feliciano será candidato a prefeito de São Paulo

Marco Feliciano será candidato a prefeito de São Paulo 
O Partido Social Cristão (PSC), presidido pelo Pastor Everaldo, vai lançar o nome do deputado Marco Feliciano na disputa das eleições municipais de São Paulo.

O partido resolveu ter um candidato próprio e já planeja buscar apoio. “Vamos buscar partidos para aumentar nosso tempo de TV”,disse Everaldo em entrevista à Folha.

Feliciano está em seu segundo mandato como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Sua principal bandeira é a “defesa da família”, assunto que já o colocou diante de muitas polêmicas.

O deputado deve enfrentar na disputa pela Prefeitura da capital paulista nomes fortes como o de Marta Suplicy (PMDB), a senadora já foi prefeita de São Paulo outras vezes e possui um eleitorado forte.

O atual prefeito, Fernando Haddad (PT), também deve tentar a reeleição. Apesar de muitas críticas que recebe, o prefeito tem conquistado alguns paulistanos por conta de propostas como a inclusão da ciclovia em partes estratégicas da cidade e pela autorização do passe livre para estudantes.

Quem também deve tentar conquistar o voto dos paulistanos são Celso Russomanno (PRB), José Luiz Datena (PP), e o PSDB deve escolher um dos seguintes nomes: João Dória Jr., Andrea Matarazzo, Ricardo Trípoli e Bruno Covas.

Vídeo: Raynara Alencar - JOÃO 3.16 (CLIPE OFICIAL)

Confira o mais novo clipe da cantora Raynara Alencar. A música João 3. 16 mostra o profundo amor de Deus por nós.

Durante o clipe é mostrado um pouco do projeto Vidas para Cristo, projeto desenvolvido por eles(Raynara e seu esposo Pr. Leonardo) onde você pode conhecer mais, em um vídeo, abaixo do clipe oficial onde eles estiveram em uma entrevista no programa De tudo um pouco, da Rede Super de Belo Horizonte-MG.

Assista ao clipe e a entrevista. Divulgue e compartilhe.



                                           Entrevista no Programa de tudo um pouco


Contatos:
http://www.raynaraalencar.com.br/
http://vidasparacristo.com.br/

Evangélicos se unem em ação educativa em estradas do MA




Evangélicos se unem em ação educativa em estradas do MA 
Motoristas que passaram por Campo de Periz, na região metropolitana de São Luís (MA) foram abordados por cerca de 200 voluntários que realizaram uma ação educativa neste sábado (1º) visando mais segurança nas estradas.

O grupo foi formado por membros de igrejas evangélicas que estão preocupados com a segurança no trânsito maranhense. O coordenador da ação, Ciro Nolasco, enfatiza a importância de conscientizar as pessoas sobre a segurança do trânsito.

“Nesta ação vamos clamar pela segurança nas nossas rodovias”, disse ele a Tv Mirante, retransmissora da Globo na região.

O aumento do número de acidentes no Maranhão é preocupante, foram 196,8% a mais de acidentes entre 2001 e 2011, segundo dados do Ministério da Saúde.

Saiba quais são os dez piores países para ser cristão


Saiba quais são os dez piores países para ser cristão 
O instituto de pesquisas Pew Center divulgou um relatório com os dez países onde ser cristão representa perigo. A onda de violência e perseguição contra os seguidores de Cristo tem aumentado em todo o mundo, mas há nações onde a pressão é ainda mais forte.

O documento do Pew Center bate com o relatório Classificação da Perseguição Religiosa do Ministério Portas Abertas, que vem analisando a situação dos cristãos em todo o mundo e prestando auxilio à Igreja Perseguida.

Segundo os dois relatórios o país mais perigoso para os cristãos é a Coreia do Norte, nação que lidera a lista do Portas Abertas há 13 anos. Nesse país, liderado por um governo autoritário, as religiões são proibidas e quem descumpre essa regra é torturado e executado.

Em segundo lugar está a Somália, país africano cujo governo está ligado ao islamismo, sendo assim qualquer um que professar uma religião diferente corre o risco de morte. No país impera o Al Shabab, grupo terrorista que tem imposto a sharia e cujo objetivo é “livrar” a Somália de todos os cristãos.

O terceiro país que mais persegue cristãos é o Iraque e em quarto está a Síria. Os resultados foram potencializados com a chegada do grupo Estado Islâmico que tem dificultado ainda mais a vida dos cristãos que já sofriam nesses países antes dos jihadistas iniciarem o califado em diversos pontos, forçando os seguidores de Cristo a deixarem suas casas para não serem mortos.

Em quinto lugar aparece o Afeganistão, onde a minoria cristã sofre perseguição e risco de morte pela pressão da maioria muçulmana. Rejeição familiar, prisões e até mesmo execuções são alguns dos castigos aos cristãos.

O Sudão é o sexto país com maior perseguição religiosa, as autoridades sudanesas desejam exterminar o cristianismo do país e usam a força para alcançar esse objetivo. Quem aceita a Cristo e deixa de seguir o Islã é punido com morte por conta da lei da blasfêmia que é usada para justificar a prisão e a execução de cristãos.

No Irã, sétimo país do ranking de perseguição religiosa, a situação é bem parecida com os demais países do Oriente Médio onde o Islã e suas leis rígidas levam a minoria religiosa a sofrer prisão, torturas e condenações de morte.

Em oitavo lugar está o Paquistão, ali o Islã é a religião da maioria da população. Quem se torna cristão passa ser tratado como cidadão de segunda classe, frequentemente as mulheres e crianças são abusadas sexualmente, fora as perseguições e torturas por conta da lei da blasfêmia.

Em nono lugar temo a Eritreia, outro país africano que considera os cristãos como uma ameaça. Governo pela Frente Popular pela Democracia e Justiça, a nação aprisiona os cristãos em contêineres e aplicam os piores castigos para os seguidores de Cristo, mesmo sendo um país onde metade da população é cristã e a outra metade é muçulmana.

Em décimo lugar temos a Nigéria, país também africano onde os terroristas do Boko Haram têm dizimado os cristãos através de sequestros, torturas e execuções. Assim como na Eritreia, na Nigéria os cristãos são quase metade da população. Com informações Veja

Para brasileiros, Igreja é a instituição que mais inspira confiança

Para brasileiros, Igreja é a instituição que mais inspira confiançaIgreja é a instituição que mais inspira confiança
A Confederação Nacional de Transporte (CNT), em parceria com o instituto MDA, divulgou uma nova pesquisa nesta terça (21). Chama atenção que enquanto os índices de confiança nos políticos continuam baixos, aumentou o número de brasileiros que afirma confiar na igreja.
Para 53,5% da população, a Igreja é a instituição mais confiável do Brasil. Em seguida vêm as Forças Armadas (15,5%) e a Justiça (10,1%). A polícia conta com a confiança de apenas 5%.
Na outra ponta da tabela, as instituições menos confiáveis são os partidos políticos (0,1%), em seguida o Congresso Nacional (0,8%), o governo (1,1%) e a imprensa (4,8%).
Questionados sobre a regularidade, a Igreja tem “sempre a confiança” de 43% (11,7% afirmam não confiar nunca). Quem apresentou maior equilíbrio foram as Forças Armadas (19,2% confiam sempre e 17,2% não confiam nunca), e o mais desigual foi a Justiça (10,5% confiam sempre e 24,8% não confiam nunca).
A maior rejeição foi aos partidos: 73,4% disseram não confiar nunca, enquanto o Legislativo ficou com 51,6% dos que não confiam nunca.
O levantamento ouviu 2.002 pessoas entre os dias 12 e 16 de julho, em 137 municípios de 25 Estados. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.
Esta mesma pesquisa indica que para os brasileiros, 53,4% acredita que a corrupção é um dos principais problemas do país. Para 37,1%, a corrupção é o principal problema, enquanto 7,8% considera que a corrupção é um problema, porém não está entre os principais.
Em contraste com uma pesquisa similar da mesma instituição realizada dois anos atrás, observa-se que a Igreja ficou em primeiro lugar no quesito confiança, com 37,5%. Em segundo lugar estava a Polícia Federal, com 13,8% seguida pelo Supremo Tribunal Federal com 8,2% dos votos.
Os menos confiáveis eram o Congresso Nacional, o Senado ficou com 0,7% e a Câmara com 0,6%.

Judeu sobrevivente do nazismo quer salvar cristãos na Síria

Judeu sobrevivente do nazismo quer salvar cristãos na SíriaSobrevivente do nazismo salva cristãos na Síria
Aos 95 anos, George Weidenfeld, bilionário dono da editora Weidenfeld & Nicolson quer investir dinheiro em uma missão para ajudar os cristãos que estão sob ameaças do Estado Islâmico na Síria e Iraque.
Weidenfeld sabe o que é viver em um ambiente hostil, pois é uma sobrevivente do regime nazista. Em 1983, na Áustria, o hoje bilionário era apenas um jovem que conseguiu sobreviver graças a uma operação de resgate conduzida por um grupo de cristãos britânicos.
Por entender a importância desse tipo de ajuda, o empresário disse em entrevista ao The Times que irá pagar a dívida que tem com os cristãos ajudando-os através desse investimento.
O austríaco foi questionado se sua ajuda é justa, já que há outros grupos, incluindo muçulmanos, estão sofrem nas mãos dos terroristas. Em resposta Weidenfeld disse que não pode salvar o mundo e que “há uma possibilidade especifica do lado dos cristãos”.
Por serem uma das minorias religiosas na Síria e Iraque, os cristãos estão sofrendo ataques constantes do EI. Agências internacionais sempre noticiam ataques de vilarejos cristãos arrasados pelos terroristas, além de mostrar as punições que eles recebem incluindo decapitações e mortes em cruzes.
A entidade que recebeu ajuda de Weidenfeld recentemente resgatou 150 cristãos sírios que foram levados para a Polônia. O programa de ajuda ainda oferecerá de 12 a 18 meses de assistência financeira e deve atender mais de 2 mil famílias.

Pastor salva criança de incêndio em Macapá

Pastor salva criança de incêndio em MacapáPastor salva criança de incêndio em Macapá
Na última quinta-feira (16) o apartamento onde mora o garoto Victor Queiroz, de 8 anos, pegou fogo. O imóvel ocupa o 4º andar de um edifício localizado na Zona Sul de Macapá (AP) e pular da altura de 12 metros foi a única alternativa para que o menino continuasse vivo.
Ao pular, Victor foi segurado pelo pastor Antônio Tomaz que neste sábado (18) foi visitar o garoto em um encontro emocionante registrado pela Equipe Rede Amazônica.
Ao relembrar do que aconteceu, o pastor afirmou que o fato marcou sua vida. “Quando vi os gritos dele não pensei duas vezes em salvar. Tentei entrar pela porta, mas o fogo era muito forte. Daí tive a ideia de tentar segurar e ver se ele pulava”, conta.
O garoto pulou e o pastor conseguiu segurá-lo. Nenhum dos dois se feriu. Victor estava sozinho em casa quando o imóvel pegou fogo. O pastor participava de uma programação de férias da igreja quando viu o incêndio e correu para ajudar.
Janela do 4º andar (à direita) de onde o garoto saltou no conjunto Mucajá (Foto: John Pacheco/G1)
Janela do 4º andar (à direita) de onde o garoto saltou no conjunto Mucajá (Foto: John Pacheco/G1)
“Vai ficar marcado na minha vida, e na dele também, de ter sido salvo”, disse o religioso que agiu antes do Corpo de Bombeiros chegar. Todos os cômodos da casa foram atingidos pelo incêndio que ainda não teve a causa descoberta.

Após quase 50 anos, acaba proibição de bíblias em Cuba

Após a reaproximação dos Estados Unidos e Cuba, surgiu uma oportunidade rara para os missionários. Há quase 50 anos Bíblias não eram encontradas nas livrarias cubanas. Um cristão tinha acesso a elas apenas pela rede de igrejas subterrâneas. Agora essa situação mudou.

Este mês, a International Missions Board (IMB), maior agência missionária dos Estados Unidos, enviou 83.000 bíblias para a ilha caribenha. Há relatos que existem extraoficialmente cerca de 1200 igrejas evangélicas em Cuba. O regime comunista dos irmãos Castro proibia a abertura de templos “não registrados”.

O IMB relata que este é um tempo de crescimento dos evangélicos.  A nação comunista proibiu a distribuição da Bíblia abertamente em 1969.  Até recentemente as bíblias que chegavam até os cubanos precisavam ser contrabandeadas e seguidamente eram apreendidas pelas autoridades. Centenas de missionários já foram presos e extraditados por tentarem levar literatura bíblica escondida desde a década de 1960.

Segundo David Isais, que faz parte da Comissão Bíblia de Cuba (CBC), o ministério Revival Fires [Fogo do Avivamento] pretende entregar pelo menos 250 mil bíblias em Cuba este ano. O seu objetivo é que as ofertas possibilitem atenderem o pedido de 1 milhão feito por pastores cubanos. Isais explica que o governo está fazendo um programa experimental que pode ser interrompido a qualquer momento se a distribuição “criar muitos problemas”.

A Comissão Bíblica de Cuba serve como “ligação” entre o governo e as igrejas em Cuba há mais de seis décadas. Para ele é um grande alívio essa liberdade. Algumas igrejas têm apenas uma ou duas bíblias para toda a congregação e muitos pregadores cubanos precisam dividir um mesmo exemplar para estudar e pregar.

A CBC firma que foram autorizados a colocar bíblias não só nas igrejas, mas também em escolas, prisões e bibliotecas. Sua expectativa é que a ampla distribuição da Palavra de Deus gere um avivamento entre os cubanos.

Cristina Mel lança clipe infantil “Lobo Mal”, com alerta sobre pedofilia; Assista

A cantora Cristina Mel lançou o clipe “Lobo Mal”, de seu projeto infantil “Fazendo a Diferença”, lançado pela Sony Music.

A música tem uma mensagem de alerta para as crianças sobre os perigos da pedofilia, e segue o propósito da cantora de abordar temas sociais em seu projeto infantil gospel.

Cristina Mel orienta as crianças que não se deve guardar segredo de uma tentativa de abuso sexual.

“Mamãe me ensinou, ninguém pode me tocar. Se alguém tentar fazer, não faça nada que ele quer. Saia rapidinho e conte tudo para alguém, pois o seu silêncio faz o mal vencer o bem”, diz um trecho da letra.

A dedicação de Cristina Mel à música gospel infantil é a fase mais recente de uma carreira consolidada em mais de 25 anos de carreira.

Assista ao novo clipe de Cristina Mel:

“Lobo Mal”

Festival da Esperança com Franklin Graham chega a Fortaleza

A cidade de Fortaleza (CE) vai receber a cruzada Festival da Esperança, evento realizado em diversos países do mundo pelo pastor Franklin Graham. O culto vai acontecer nos dias 23 e 24 de outubro e deve atrair cerca de 50 mil pessoas.

A cruzada faz parte dos eventos promovidos pela Associação Evangelística Billy Graham, AEBG, e nesta edição conta com a parceria da Ordem dos Ministros Evangélicos do Ceará (ORMECE) e Igrejas Evangélicas de Fortaleza.

O objetivo do evento é contribuir para que a palavra de Deus se espalhe pela capital cearense e também para as cidades próximas, já que caravanas de outros municípios poderão participar dos cultos.

A cruzada acontecerá na Arena Castelão, localizada na Av. Alberto Craveiro, 2901. Cerca de 20 mil pessoas serão treinadas através de um curso de capacitação da Associação Billy Graham para trabalharem durante o evento, metade deles serão conselheiros e a outra metade ajudará na logística.

A associação realizará mais de 20 cursos em toda a Fortaleza, encontro de mulheres, encontro de homens, vigílias, eventos para pastores e líderes e ainda ensaios do grande coral. Para mais informações sobre esses cursos entre em contato através dos telefones (85) 3017-1679 / 3021-1755.