CURTA NOSSA PÁGINA !!!

Faça parte de nossas redes sociais e nosso canal no youtube.

Protagonista de “Deus Não Está Morto” conclui filme sobre ateu que se converte

O ator Kevin Sorbo, cuja carreira ficou marcada pelo papel de Hércules na televisão, teve um recomeço de carreira em 2014. Após o grande sucesso de “Deus Não Está Morto”, ele se tornou um dos grandes nomes nos filmes cristãos.

Tanto Deus Não Está Morto quanto a sequência Deus Não Está Morto II foram filmados com orçamentos pequenos e deram grandes retornos. O primeiro arrecadou mais de US$ 60 milhões e custou apenas US$ 2 mi. A segunda parte, lançada em 2016, custou US$ 5 mi e rendeu US$ 20 milhões nas bilheterias.

Ambos abordam o conflito entre as pessoas de fé e as instituições ateístas que procuram ridicularizá-los. Sorbo acabou de filmar seu terceiro filme com temática cristã seguido: Let There Be Light [Haja Luz]. Sua esposa, Sam Sorbo, foi a coautora da história que fala sobre um famoso ateu que se converte a Jesus após uma experiência de quase-morte.

Sam acredita que o novo longa é quase um “Deus não está morto 3”, pois é um fruto direto. Afinal, no primeiro filme Sorbo interpreta o Dr. Radisson, professor de filosofia ateu que força seus alunos a assinarem uma declaração dizendo: “Deus está morto”.

A esposa de Kevin explicou que a ideia de escrever sobre isso veio após o sucesso do marido nos dois filmes da franquia “Deus está morto”. “Certo dia eu fiquei pensando: o que aconteceria se o maior ateu do mundo viesse a conhecer a Jesus?”.

Para o casal, conta ela, “Foi uma surpresa entender o tanto de apoio que uma história de fé podia receber”. Também causou impacto em suas vidas o encontro que Kevin teve com uma mulher em um aeroporto. Ela veio até ele e disse: “Esse filme mudou minha vida. Eu era muçulmana, mas agora sou cristã. Recentemente fui batizada com minha filha”.

A roteirista diz que naquele momento entendeu: “Temos de fazer mais esse tipo de filme”. Let There be Light custou 3 milhões de dólares e seu lançamento está previsto para dezembro de 2017. Com informações de AL

Nenhum comentário:

Postar um comentário